Mahamba

A Natureza é Sagrada

A Cabula possui a crença em um Deus único. Porém, relaciona-se com Deus por meio de suas expressões e manifestações na Natureza, ao qual denominamos de Mahamba; divindades que nunca tiveram encarnação humana e que são forças da natureza e fenômenos da Natureza.

Ao longo do tempo, os Mahamba foram associados à conceitos civilizatórios humanos, ampliando a nossa percepção da Divindade. Um exemplo desse processo, em que o elemento da natureza adquire referencias sociais e civilizatórias, é um rio que passa a ser associado a fertilidade; e assim, quem deseja se tornar fértil, presta culto e reverência à Kissimbe (Hamba da Água Doce).

Mahamba designa tudo aquilo que é sagrado: corpos celestes (sol, lua, estrelas, etc), elementos da natureza (rio, mar, vento, raio, etc), fenômenos da vida (nascimento, morte) e processos civilizatórios (caça, agricultura, domínio do fogo, etc). Esse conjunto e a interação entre todos esses aspectos é considerado divino.

Cachoeiras