A Cabula

A Tradição da Ancestralidade

A Cabula é uma tradição afrodescendente, surgida nos quilombos do Espírito Santo por volta de 1820 e que reúne um conjunto de práticas culturais de conexão entre os adeptos com sua ancestralidade, tendo como objetivo proporcionar força, proteção, bem-estar, saúde e harmonia ao povo preto e seus descendentes.

A Cabula é uma cultura a ser vivenciada, não apenas estudada, que nasce da necessidade de os afrodescendentes possuírem um espaços seguro de aprendizado, trocas de experiências, vivências saudáveis, resgate da cultura ancestral e reencontro com seus Bakulos guardiões; espíritos ancestrais capazes de curar as feridas emocionais, psicológicas e sociais provocadas pela escravidão e opressão do pensamento colonialista, que aflige os afrodescendentes até os dias de hoje.

Ritual de Iemanjá