Viriato Canção de  Fogo

Guerreiro que nasceu da barriga da Noite

Foi trazido para o Brasil em um navio carregado de pessoas oriundas do Congo, ainda criança, por isso não se recordava de seus pais. Na adolescência conseguiu fugir da fazenda do engenho e se aliou a Benedito Meia-Légua e se iniciou na Cabula, onde aprendeu a Capoeira com os mestres capoeiristas da época.

Afirmava ser filho da África e ter nascido da barriga da noite, e devido a isso aprendeu e aperfeiçoou a sua capacidade de andar no escuro; que lhe garantiu a função de espião nas fazendas, onde conseguia entrar e sair sem ser percebido, colhendo informações importantes para os ataques.

Desenvolveu uma técnica de capoeira praticada no escuro, e formou um grupo de elite especializado nessa técnica que acompanhava em silêncio e nas sombras os negros fugidos, garantindo a segurança destes em direção aos quilombos. O que lhes davam um aura de espíritos das sombras que atuavam no escuro.

A atuação de seu grupo, criou a lenda de que quando um negro fugindo fosse encurralado, bastava gritar por socorro ao espírito de Viriato Canção de Fogo, que logo surgiria das sombras seu espírito em seu socorro.

Para manter a mítica em seu entorno, Viriato Canção de Fogo e seu grupo não andava na luz do dia, e se apresentavam diante de muito poucas pessoas.

Mas foi o responsável por levar a Cabula para o meio do povo, passando a ser praticada também pelos Caialôs (não iniciados). Não se conhece a data de sua morte; mas acredita-se que após a sua morte, seu grupo de elite continuou atuando durante muitos anos; o que perpetuou a mítica sobre ele, elevando-o ao status de Encantado; onde passa a ser cultuado como protetor, principalmente na Mesa de Santa Maria.

 

(21) 97357-9745

©2019 por Sanzala Kassambe. Orgulhosamente criado com Wix.com